AJUDE O INSTITUTO GEM A EDUCAR AS CRIANÇAS NA PRESEVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, P/ AJUDAR (93)8122-0233

AJUDE O INSTITUTO GEM A EDUCAR AS CRIANÇAS NA PRESEVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, P/ AJUDAR (93)8122-0233

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Eleitor considera Haddad inovador e Serra preparado.



O petista Fernando Haddad é visto pelos eleitores de São Paulo como o candidato mais inovador e o que mais defenderá os pobres se for eleito prefeito no domingo.

O tucano José Serra é considerado mais preparado, mas é identificado como autoritário e defensor dos ricos.

Esses são os resultados que mais chamam a atenção no capítulo da pesquisa Datafolha que apurou atributos positivos e negativos dos dois postulantes à prefeitura.

As conclusões ajudam a explicar, em parte, a liderança de Haddad no levantamento de intenções de voto. Ele tem 49% contra 34% do tucano.

Para investigar os atributos dos candidatos, o Datafolha listou 11 características positivas e quatro negativas e pediu que cada eleitor associasse Haddad ou Serra a cada atributo. Foram feitas 2.084 entrevistas, o que resulta numa margem de erro de dois pontos.

No grupo de 11 predicados positivos, o jogo é equilibrado. Haddad vence Serra em cinco, mas perde nos outros quatro. Além de ser visto com o mais inovador e o que mais defenderá os pobres, ganha como o mais preparado para cuidar da educação, do transporte e do trânsito.
                Editoria de Arte/Folhapress      

Já Serra vence de Haddad quando o eleitor é convidado a apontar o mais inteligente, o mais realizador, o mais preparado para cuidar da saúde. Além de ser visto como o mais preparado em geral.

O jogo desequilibra no instante em que o eleitor é chamado a associar os concorrentes a características negativas. Nessa seção, Serra "vence" Haddad nas quatro questões apresentadas. Além de autoritário e pró-rico, é visto como o mais indeciso e o que mais faz promessas que não poderá cumprir.

A percepção de que Serra é o mais autoritário e o que mais defenderá os ricos se vencer é forte mesmo entre os seus próprios eleitores.

No grupo dos que declaram voto em Serra, 63% dizem que o tucano é o mais autoritário, enquanto Haddad fica com 19%. Nesse mesmo universo, 34% dizem que Serra é o que mais defenderá os ricos contra 20% de Haddad.

No recorte de classe, a pesquisa mostra que quanto maior a renda do eleitor, mais ele duvida que algum candidato defenderá os ricos.

No grupo dos que vivem em famílias com mais de R$ 6.220 de renda, 22% dizem que nenhum candidatos defenderá os ricos. Mas mesmo nesse universo, a maioria (53%) também acha que Serra é o maior defensor dos abastados. 


(RICARDO MENDONÇA)


Publicidade

DE SÃO PAULO
Folha.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário