AJUDE O INSTITUTO GEM A EDUCAR AS CRIANÇAS NA PRESEVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, P/ AJUDAR (93)8122-0233

AJUDE O INSTITUTO GEM A EDUCAR AS CRIANÇAS NA PRESEVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, P/ AJUDAR (93)8122-0233

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Operação da Polícia Federal prende mais de 10 pessoas em Santarém.


Policiais federais conduzem Edinei Silva e Késia Costa até a Superintendência de Polícia Federal


Policiais federais conduzem Edinei Silva até a Superintendência de Polícia Federal
Policiais federais conduzem Edinei Silva até a Superintendência de Polícia Federal
Uma grande movimentação foi observada na manhã desta quarta-feira, 19, em frente à sede da Superintendência de Polícia Federal (PF) em Santarém, no Oeste do Pará, onde 10 pessoas prestaram depoimento, após terem sido presas, acusadas de vários crimes, entre eles, tráfico de drogas, contrabando de mercadorias e outras. Nossa equipe de reportagem acompanhou a chegada de Késia Costa e Edinei Mota Silva à sede da PF.
Além da dupla, outras pessoas foram levadas à Delegacia da Polícia Federal, entre elas, Samuel Assis Viana, Joelton Pereira, Lucivaldo Gonçalves Souza, Marcley Juscelino Bastos Soares e os marítimos Sandro Manuel Furtado e Solinaldo Viana Pinto, comandante e funcionário de uma embarcação que faz linha entre Santarém e Manaus.
Além dos mandados de prisão cumpridos em embarcações no porto e na zona ribeirinha de Santarém, duas pessoas presas em Juruti foram trazidas, também, para a sede da Polícia Federal, entre elas, Gibson Lima Santos e seu comparsa identificado como “Márcio”.
Késia Costa chega à PF e baixa cabeça para não ser fotografada
Késia Costa chega à PF e baixa cabeça para não ser fotografada
De acordo com o agente da PF, Uilses Tavares, a Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, a operação intitulada “Porão Branco”, visando combater o tráfico de drogas na região Oeste do Pará. A ação aconteceu em parceria com outros órgãos de segurança, entre eles, a Marinha do Brasil.
O agente Uilses Tavares explica que foram cumpridos 14 mandados de prisão preventiva e 11 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Estadual do Pará. A operação ocorreu nas cidades de Santarém, Juruti e Oriximiná, no Pará; além de Manaus, no Amazonas, contando com apoio da Superintendência da Polícia Federal do Estado do Amazonas.
Segundo o agente Uilses Tavares, em cerca de seis meses de investigações realizadas pela Polícia Federal em Santarém, foram presas em flagrante mais de 15 pessoas e apreendidos aproximadamente 200 quilos de cocaína e 05 quilos de maconha.
A Polícia Federal revelou que a droga era transportada da cidade de Tabatinga, no Amazonas, até a capital Manaus, através de embarcações de pequeno e médio porte. Em Manaus, a droga era fracionada e introduzida de forma dissimulada em embarcações que fazem a linha Manaus/Juruti/Oriximiná/Óbidos/Santarém.
Na maior parte das vezes, segundo a Polícia Federal, tripulantes de algumas embarcações eram aliciados pelos traficantes para realizarem o transporte da substância ilícita. A operação recebeu a denominação de “Porão Branco” em razão de grande parte da droga apreendida ter sido localizada no porão das embarcações.


Fonte: RG 15/O Impacto

Nenhum comentário:

Postar um comentário