AJUDE O INSTITUTO GEM A EDUCAR AS CRIANÇAS NA PRESEVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, P/ AJUDAR (93)8122-0233

AJUDE O INSTITUTO GEM A EDUCAR AS CRIANÇAS NA PRESEVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, P/ AJUDAR (93)8122-0233

terça-feira, 4 de junho de 2013

CADÊ OS GRUPOS DE DIREITOS HUMANOS?

DESABAFO


Todos somos iguais perante à Lei, sem distinção de qualquer natureza, garantida a inviolabilidade do direito à vida, à igualdade, à segurança e à propriedade (Const. Federal).


ATENÇÃO DIREITOS HUMANOS DE ITAITUBA!


E mas uma vez um servidor foi alvejado por um interno com água fervente, que quase deixa o agente cego, e nada podemos fazer, se o nosso dever é tão somente zelar pela excelência dos trabalhos e garantir a segurança dos seus familiares enquanto eles são internados.


Vou mais longe! Há divergências, senhores defensores dos direitos humanos, pois os internos têm seus direitos garantidos por vocês, o que de fato é para acontecer, mas onde ficam os princípios do servidor enquanto ser humano, trabalhador, pai de família que dali tira o sustentos de seus filhos?


Peço aos meus colegas de trabalho que compartilhem essa nota de repudio para que chegue aos grupos de defesa dos Direitos Humanos, aos Vereadores da Câmara de Itaituba, principalmente ao vereador Isaac Dias (PSB), à Ordem dos Advogados do Brasil, seção Itaituba/PA, aos Deputados Estaduais que aqui estiveram às pressas (e em avião fretado) para verificar in loco a situação dos ’meninos’ internados e que quando essas pessoas tomarem conhecimento dessa agressão ao agente prisional, façam valer a igualdade e a Constituição, da qual se dizem conhecedores.


O nosso colega foi alvejado com água fervente, causando lesões de 2º grau devendo ficar afastado das suas atividades laborais, além do desacato ao exercício da função, conforme figura do Cod. Penal, em seu artigo 331.

Sem delongas, convido esta Digna Comissão a conhecer de perto a situação em questão, considerando que ninguém poderá ser submetido à tortura, nem a tratamento desumano e nem degradante.


Este ‘menino’, docemente chamado de Seninha, apesar de ainda não ter sido condenado, fez várias agressões a outros detentos, inclusive marcando outro ‘menino’ com um ferro quente retorcido em forma de S, deixando várias marcas no peito daquele.


Infelizmente, temos muitas organizações que atuam em defesa dos direitos humanos dos bandidos, sejam maiores ou menores de idade, mas ainda não vi nenhuma, nenhumazinha, que ajude, dê apoio psicológico, social, moral. No final do ano passado, um agente prisional foi esfaqueado na porta de sua casa por um desses meninos que, apesar de ter sido noticiado, não apareceu ninguém para ajudá-lo.


Respeito e preservação à vida de seu semelhante é um dever bíblico, mas usar da hipocrisia e da demagogia para fins políticos, bem como afrontar a inteligência alheia, já é muita sacanagem.


Ps.: Postagem adaptada de texto extraído do Facebook.

Fonte: Blog do Norton Sussuarana

Nenhum comentário:

Postar um comentário